Como a arte expressa em cores provoca o ser humano

Como a música e a arte se relacionam com o ser humano

É incrível como nós, os seres humanos possuímos uma inteligência que realmente chama atenção. Somos capazes de nos ensinar a expressar ideias por meio música, poema, teatro, pintura, dança… Não posso esquecer de citar as palavras escritas, é claro. Vamos compartilhar, eu e você de assuntos relacionados a cultura no nosso blog festa do teatro.

Por causa de nossa arte, seja ela manifestada na música ou nos outros exemplos que já citei aqui, a emoção sentida por um artista pode ser codificada e transmitida em forma de cores, som, sombras, movimento e harmonia para ser decodificada e experimentada pelo público seja ele um observador ou ouvinte. Uma impressionante conquista da humanidade.

Não temos ideia de como pode ocorrer o desbloqueio de sentimentos e emoções com obras produzidas por artistas, apesar da aparente facilidade com que esses artistas ou músicos conseguem construir e produzir suas obras. Sabemos que as emoções podem ser expressas na arte – e que os humanos podem facilmente reconhecê-las. A música e a expressão da arte conseguem chamar nossa atenção e produzir em nós sentimentos que conseguimos expressar seja onde for, o local onde a manifestação da arte estiver sendo executada.

Veja esse trecho do texto escrito por JOSH CLARK no artigo https://science.howstuffworks.com/life/music-and-art-move-us.htm

O renomado psicólogo cognitivo e lingüista Steven Pinker chamou a música de “cheesecake auditivo”, indicando que a música é um exemplo de humanos aprendendo a explorar nossas emoções, assim como o cheesecake é o resultado da exploração de nossas papilas gustativas [fonte: Carroll]. Ambos são comparativamente vazios em contraste com os fundamentos básicos subjacentes – linguagem e gosto – em que cada um se baseia. Em outras palavras, não há mistério em como a arte e a música evocam emoções; eles são projetados para fazer isso atacando os instintos comunicativos básicos do público.

Nem todos concordam com Pinker, no entanto. Outros, na psicologia e em outros campos, afirmaram que tanto a música quanto a arte são separadas de outras formas inatas de comunicação. Essa crença, no entanto, não explica por que a música e a arte podem evocar emoção no público se não for simplesmente devido à exploração de sentidos mais básicos.

O cientista cognitivo Mark Changzi sugere que a música cria emoção no ouvinte porque associamos o som ao movimento humano. Já que somos capazes de inferir emoções a partir das expressões e movimentos de outras pessoas e ter empatia com essas pessoas por meio de nossas próprias emoções, se associarmos a música ao movimento humano, isso explica como a música pode evocar emoção [fonte: Changzi]. É um intermediário, um substituto para o movimento humano real.

Nossas representações visuais da música tocada indicam essa associação inconsciente. Se você fizer uma busca de imagens online pelas palavras-chave “notas musicais”, ressalta Changzi, encontrará muitas imagens de notas musicais que as retratam em movimento. Os humanos associavam a música ao movimento [fonte: Changzi]. A música nos move porque visualizamos movimento nela. Até os termos que usamos para descrever a música – que ela “nos comove” ou que uma peça de uma composição maior é chamada de “movimento” – atestam a ideia de Changzi

Como a música move e influência sentimentos nas pessoas

A música tem seu papel importante na produção de sentimentos no ser humano. Mas como a música move e influência sentimentos nas pessoas?

Indo direto ao ponto, um determinado conjunto de notas musicais sendo reproduzidas ao mesmo tempo, dependendo do intervalo tonal destas notas pode gerar sensações nas pessoas.

Esse maravilhoso estudo musical, chamado de harmonia funcional é capaz de explicar bem, como uma sequência de acordes ou notas musicais pode nos tocar de maneiras diferentes.

Você sabia que o músico consegue reproduzir sensações de tensão e também de repouso tocando apenas 3 acordes musicais em sequência?

A própria formação de acordes menores com o intervalo de 3ª maior sendo reduzido para um intervalo de 3ª menor produz um tensão entre essa nota e a nota fundamental do acorde causando uma sensação de tristeza.

A música e a arte são capazes de mover as pessoas. São capazes de proporcionar prazer, causar movimentos até mesmo involuntários no primeiro instante e sensações marcantes para toda vida.

Como você leu no começo do post, somos capazes de nos educar e usar a arte e a cultura como ferramenta de ensino de expressão cultural.

Através arte é possível ensinar instrumentos musical as crianças desde pequenas trabalhando a sensação provocada por sons diferentes.

Até mesmo na hora de escolher instrumento musical para crianças, podemos avaliar qual a melhor opção para chamar atenção dos pequeninos.

Como a arte expressa em cores provoca o ser humano

As próprias cores causam sensações no ser humano, ou nunca te contaram porque a grande maioria das redes sociais usam da cor azul como sua identidade visual?

O azul é proposital, porque a grande maioria das pessoas, sejam homens ou mulheres amam a cor azul e isso foi comprovado em estudos científicos.

Empresas de ramo alimentício amam usar o vermelho e amarelo em conjunto.

Empresas que exploram a modernidade e o minimalismo consideram o preto.

As cores expressas em pinturas de artistas provocam em nós, sensações diferentes dependendo do estilo e época em que esses grandes artistas viveram e como sua cultura impactou sua forma de arte.

Olhar telas de pinturas pode causar sentimentos e sensações dependendo das cores usadas e formas como suas linhas foram colocadas por cima de uma peça de pintura.